terça-feira, 24 de maio de 2011

To com vontade,

Hoje não conseguiria dormir sem te dizer isso, pois me sinto preenchida, e preciso externar: to com vontade de você aqui, de te abraçar e sentir sua mão percorrendo minha cintura, depois minhas costas, de beijar seus olhos, morder seu nariz, e fazer meu pseudocafuné (um dia eu aprendo o jeito certo). Queria você aqui, mordendo meu pescoço e minha bochecha, to com vontade de falar mal dos trabalhos, e dizer o quanto estou cansada, to com vontade de ir pro nosso canto deitar e acender mais uma vez um insenço, to com vontade de Lua Cheia, to com vontade de sexta-feira, to com vontade de sentir o desenho do teu rosto com os dedos, to com vontade de dar o beijo da Amelie (agora do jeito certo), to com vontade de ler Arnaldo Antunes e de você me contar de algum sociólogo maluco que acredita em darwinismo social, to com vontade de te ligar pra dar risada e de ouvir você dizer do nada: sua linda! To com vontade de você, da sua pele, do seu cheiro, do teu cabelo, do seu jeito de olhar, e do gaguejo charmoso,rs. To com vontade de sentir a energia boa que você emana! To com vontade de você continuar me fazendo feliz, e nutrir um companheirismo bonito.
To com vontade de você roubar mais um beijo, to com vontade de ouvir seus projetos e ser parte dele, to com vontade de sentir sua sede de transformação, de fazer as coisas acontecerem, de mostrar força de ir em frente, to com vontade de começar a dar aulas de teatro no futuro centro cultural. To com vontade de seguir esse caminho lado a lado com você. E ter Maria, Vitor, Cecília, Benício, Bernardo, Zoé
e Sebastião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário